Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


 

«O português José Luís Peixoto é o vencedor da edição deste ano do Oceanos – o prémio de Literatura em Língua Portuguesa – com o romance Galveias (editado em Portugal pela Quetzal). O primeiro classificado tem direito a um prémio no valor de 100 mil reais (cerca de 27 mil euros).» É assim que começa a notícia do Público.

O anúncio foi feito na noite desta terça-feira em São Paulo no Brasil. Além do romance de Peixoto foram ainda distinguidas três obras brasileiras: o romance A Resistência, do escritor Julián Fuks (editado em Portugal pela Companhia das Letras), em segundo lugar; o volume de poesia O livro das Semelhanças, de Ana Martins Marques, em terceiro; e os contos de Maracanazo e Outras Histórias, de Arthur Dapieve, na quarta posição.

O romance premiado tem como título o nome da aldeia natal de Peixoto no Alentejo. O romance mergulha no Portugal rural a partir de um evento inesperado: a queda de um meteorito em Galveias. Como se diz no comunicado do prémio Oceanos, a obra "confere um sentido cósmico a essa comunidade [de Galveias] que se extingue entre rústica violência, desolação, melancolia e choque com a modernidade". O romance é "um mergulho no Portugal profundo, rural, com uma narrativa que alinha personagens emblemáticas desse universo arcaico".

O prémio Oceanos, atribuído pelo Itaú Cultural, cumpre a segunda edição, depois da extinção do Prémio Portugal Telecom em 2014, e distingue as melhores obras de escritores lusófonos publicadas no Brasil. No ano passado, o prémio foi atribuído aoescritor brasileiro Silviano Santiago, de 80 anos, pelo romance Mil Rosas Roubadas

Entre os dez finalistas da edição de 2016 do prémio estava também o escritor português, Gonçalo M. Tavares, com o romance Uma menina está perdida no seu século à procura do pai que também esteve presente na cerimónia.

Nascido no ano da revolução dos cravos, José Luís Peixoto recebeu em 2001 o prémio José Saramago com o seu segundo romance, Nenhum Olhar - o primeiro foi Morreste-me(2000). A Criança em Ruínas mereceu-lhe o prémio da Sociedade Portuguesa de Autores e foi finalista do prémio Femina (França) e, entre outros, do antecessor do Oceanos, o prémio Portugal Telecom. Além da prosa no romance, Peixoto enveredou também pela poesia e dramaturgia, estando a sua obra traduzida, segundo a sua editora, a Quetzal, em mais de 20 línguas. 

 

Leia a notícia no site do Público.

Autoria e outros dados (tags, etc)



QUETZAL. Ave da América Central, que morre quando privada de liberdade; raiz da palavra Quetzalcoatl (serpente emplumada), divindade tolteca, cuja alma teria subido ao céu sob a forma de Estrela da Manhã.

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • Sites e blogues de autores

  •  
  • Sobre livros

  •  
  • Editoras do Grupo BertrandCírculo

  •  
  • Comprar livros online

  •  
  • Festivais Literários

  •  
  • Sobre livros (imprensa portuguesa)

  •  
  • Sobre livros (internacional)

  •  
  •  

  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D