Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

"O ambiente deste romance não é uma moldura arbitrária, mas um elemento significante. Transporta uma rede de sentidos - precariedade, marginalismo, incerteza - que interagem com a trama e com a evolução do narrador. Ambos precisam dessa incerteza. E, em contraponto com ela, ganha espessura este romance breve e exato, com o apuro verbal, o acerto rítmico e o controlo narrativo de uma epopeia dos pequenos."

 

Hugo Pinto Santos, Expresso

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Autoria e outros dados (tags, etc)

"Somos Todos um Bocado Ciganos, romance que se segue ao também inovador - aí, sobretudo, pela imaginação delirante e irónica - Uma Mentira Mil Vezes Repetida, é a prova, se ainda havia dúvidas, de que Manuel Jorge Marmelo não é apenas um escritor com muita obra, mas alguém com muitos recursos narrativos. Aqui não lhe foi decerto alheia a experiência jornalística para reconstituir a vida de um circo decrépito que anda por vilórias e pequenas cidades na década de 80."

 

Isabel Lucas, Público

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O inferno

28.05.12

"Num gesto que valida o título, o novo romance de Jorge Marmelo assegura que, se o inferno são os outros, os outros somos nós todos. E isto não é moral de pacote, é prosa a confirmar que a literatura, quando nos espelha os gestos e os medos, costuma ser melhor companheira do pensar do que mil discursos bem intencionados."

 

Sara Figueiredo Costa

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quando se fala tanto no espaço cada vez mais reduzido que a imprensa tradicional dedica aos livros, convém estar atento aos bloggers que investem tempo para dar a conhecer as suas leituras e para cativar novos leitores. Um bom exemplo é este As Leituras do Corvo. Aqui fica um excerto da recensão ao novo romance de Manuel Jorge Marmelo:

 

"Também a escrita reflecte na perfeição os dilemas e o crescimento do protagonista. Fluída e envolvente, representa com mestria um ritmo de pensamento que parece adequar-se, em todos os aspectos, quer à idade quer ao percurso de descoberta do narrador que conta a sua história. Além disso, a aprendizagem que caracteriza o seu caminho - e, no fundo, grande parte desta história - evolui tanto com as questões que ficam resolvidas em definitivo como com as respostas que nunca chegam a surgir. Como na vida, nem tudo tem uma solução global e ficam sempre coisas por esclarecer, mas todos os pontos essenciais são explorados e as grandes questões da vida estão todas elas presentes ao longo da história. Questões como o preconceito e como lidar com ele, o amor e o sacrifício pela pessoa amada, o impulso e as consequências de fazer justiça pelas próprias mãos... Tudo isto é abordado neste livro e fazê-lo através da visão bastante directa do jovem narrador permite deixar uma impressão particularmente nítida do papel destes assuntos na história.
Este é, pois, um livro que marca tanto pela envolvência da escrita e pela empatia que o protagonista parece despertar como pela forma directa com que as várias possíveis histórias e as principais questões a estas associadas se desenvolvem. Cativante e surpreendente, um livro pequeno, mas muito, muito bom."

Autoria e outros dados (tags, etc)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Autoria e outros dados (tags, etc)


QUETZAL. Ave da América Central, que morre quando privada de liberdade; raiz da palavra Quetzalcoatl (serpente emplumada), divindade tolteca, cuja alma teria subido ao céu sob a forma de Estrela da Manhã.

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • Sites e blogues de autores

  •  
  • Sobre livros

  •  
  • Editoras do Grupo BertrandCírculo

  •  
  • Comprar livros online

  •  
  • Festivais Literários

  •  
  • Sobre livros (imprensa portuguesa)

  •  
  • Sobre livros (internacional)

  •  
  •  

  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D