Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

 

Na passada ficou a inauguração da nova Livraria Bertrand do Centro Comercial Colombo, de que José Luís Peixoto é padrinho e o artigo de Isabel Coutinho, no Ípsilon, sobre Sérgio Rodrigues, autor de Elza, a Garota. Depois de um fim-de-semana cheio de Mario Vargas Llosa, a começar precisamente na sexta-feira, no Ler no Chiado onde se falou da obra do Prémio Nobel da Literatura 2010, a semana começa bem para nós aqui na Quetzal, com a notícia de que Livro de José Luís Peixoto continua nos tops (Bertrand, Fnac e Wook), na companhia de O Sonho do Celta, umas posições acima. E hoje, no Público, sugestões de livros para ofertas de Natal: dos dez, dois são nossos, Vargas Llosa, claro, e Renascer, os diários de Susan Sontag.

Autoria e outros dados (tags, etc)

«A minha mãe fez uma viagem pela Grécia quando era muito nova. No sul do Peloponeso viu uma encenação de Medeia num anfiteatro. A experiência comoveu-a profundamente porque, quando Medeia está prestes a matar os seus filhos, algums pessoas do público começaram a gritar: "Não os mates, Medeia!" "Estas pessoas não percebiam que estavam a ver uma obra de arte - disse-me ela muitas vezes -, era tudo real."

 

Estes diários são, também, reais. E ao lê-los tenho sobremaneira a ansiedade de estar a reagir como aqueles espectadores gregos de meados de 1950. Quero gritar, "não faças isso", ou "não sejas tão exigente contigo própria", ou "não te aches tão importante", ou "tem cuidado com ela, ela não te ama". Mas, obviamente, é tarde demais: a peça já foi representada e a sua protagonista está morta, tal como muitas das outras personagens, embora não todas.»

 

 

David Rieff, filho de Susan Sontag, no prefácio de Renascer - Diários e Apontamentos 1947-1963, que editou.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Renascer

14.07.10

 

Este é o primeiro dos três volumes de diários e apontamentos de Susan Sontag - e um surpreendente registo da formação de uma grande figura intelectual. O livro começa com os anos da faculdade e as primeiras experiências ficcionais e termina em 1963, quando Sontag já se tornara uma figura de destaque na cena cultural e artística nova-iorquina.

 

Renascer é o auto-retrato de uma das maiores escritoras do nosso tempo, dotada de uma curiosidade voraz e de um intenso apetite pela vida. Ao longo das suas páginas compreendemos a complexidade da sua escrita de juventude, partilhamos encontos com escritores que tiveram um papel de destaque na sua formação - e somos arrebatados pelo seu brilho incontestável.

 

Edição e prefácio de David Rieff.

Tradução de Nuno Guerreiro Josué.

Renascer, de Susan Sontag | serpente emplumada | Susan Sontag

 

Nas livrarias a 16 de Julho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

«É superficial encarar um diário apenas como um receptáculo dos pensamentos privados e secretos de cada um - como um confidente surdo, mudo e analfabeto. No diário não só me exprimo de uma forma mais aberta do que faria com qualquer pessoa, mas crio-me a mim própria. O diário é um veículo para o meu sentido de individualidade. Representa-me como emocional e espiritualente independente. Em consequência (infelizmente) não é um registo simples da minha vida diária - e em muitos casos - oferece uma alternativa a ela.»

 

Susan Sontag, em Renascer, da entrada de 31 de Dezembro de 1957.

 

Nas livrarias a 16 de Julho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

09.07.10

«O preço da liberdade é a infelicidade. Tenho de contorcer a minha alma para escrever, para ser livre.»

 

Escreveu Susan Sontag em 4 de Janeiro de 1958.
Renascer, o primeiro volume dos diários de Sontag, chega às livrarias dentro de uma semana.

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Ainda este mês nas livrarias.

Autoria e outros dados (tags, etc)


QUETZAL. Ave da América Central, que morre quando privada de liberdade; raiz da palavra Quetzalcoatl (serpente emplumada), divindade tolteca, cuja alma teria subido ao céu sob a forma de Estrela da Manhã.

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • Sites e blogues de autores

  •  
  • Sobre livros

  •  
  • Editoras do Grupo BertrandCírculo

  •  
  • Comprar livros online

  •  
  • Festivais Literários

  •  
  • Sobre livros (imprensa portuguesa)

  •  
  • Sobre livros (internacional)

  •  
  •  

  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D