Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

 

Do texto publicado no sábado na NS (suplemento do Diário de Notícias e Jornal de Notícias).

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já está em linha o texto publicado por Isabel de Coutinho no Ípsilon da semana passada sobre Cabeça a Prémio de Marçal Aquino - um livro que segundo a jornalista nos arrasta para um filme de Quentin Tarantino.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sexta-feira

22.05.09

 

Hoje, no Ípsilon, um artigo de Isabel Coutinho sobre Marçal Aquino, páginas adiante, a crítica ao livro Cabeça a Prémio e ainda um texto de Pedro Mexia sobre Reduto Quase Final seguido de Discurso de Gabriel García Márquez a Alfredo Marceneiro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

É o título que Pedro Justino Alves encontrou para a entrevista a Marçal Aquino publicada há dois dias no Diário Digital. Para ler na íntegra aqui.


Violência e redenção. «Cabeça a Prêmio», editado pela Quetzal, é um livro que resume na perfeição a obra de Marçal Aquino, um dos novos valores da literatura brasileira, uma literatura com uma «pluralidade de vozes» intensa nos dias de hoje, «com discursos tão variados, que, no fim, de alguma maneira, dão notícia do país em que vivemos». É hora de conhecer um novo Brasil, enquanto o escritor descobre calmamente na sua casa as palavras de José Cardoso Pires através de «O Delfim».


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O dia-a-dia de uma equipe de policiais que tem como tarefa primordial a investigação dos desvios de conduta da própria instituição é o tema central de Força-Tarefa, série que a Rede Globo estreia no dia 16 de abril, logo após a exibição de A Grande Família. Escrita por Fernando Bonassi e Marçal Aquino, com direção geral de José Alvarenga Jr. e direção de Mário Márcio Bandarra, a série traz um time de sete policiais que utilizam a inteligência acima da força para desvendar crimes cometidos por aqueles que um dia juraram fazer cumprir as leis. (Fonte: globo.com)

 

 

Marçal Aquino publicou na série língua comum Cabeça a Prémio.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Cabeça a Prémio conta duas histórias onde se cruzam amores impossíveis, negócios ilícitos e mortes por encomenda. Uma das histórias trata de Brito e Albano, dois matadores de aluguer ao serviço dos irmãos Menezes, poderosos traficantes de drogas. O piloto de avião Dênis e Elaine, filha de um dos chefes do tráfico protagonizam, numa segunda linha narrativa, uma paixão com forte carga sexual que os leva a um temerário plano de fuga, enquanto são perseguidos pelo pai e tio dela.


É o relato cruel e melancólico de uma história de amor, traição, morte e violência – passada num Brasil bárbaro e profundo, longe do eixo Rio-São Paulo e das praias desenhadas para turistas europeus. Em linguagem e ritmo de cinema, Marçal Aquino revela-nos a existência de personagens fantásticas perdidas no interior de um país entregue à corrupção, aos negócios escuros e ao amor de perdição. Nesse mundo violento, comandado pelo dinheiro e pelo sexo, todos têm a cabeça a prémio, mesmo os familiars mais próximos: irmão contra irmão, filha contra pai, amante contra amante, os caminhos da paixão cruzam-se com os da morte, os da aventura, os da melancolia.
 

Cabeça a Prémio, de Marçal Aquino | língua comum

Autoria e outros dados (tags, etc)


QUETZAL. Ave da América Central, que morre quando privada de liberdade; raiz da palavra Quetzalcoatl (serpente emplumada), divindade tolteca, cuja alma teria subido ao céu sob a forma de Estrela da Manhã.

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • Sites e blogues de autores

  •  
  • Sobre livros

  •  
  • Editoras do Grupo BertrandCírculo

  •  
  • Comprar livros online

  •  
  • Festivais Literários

  •  
  • Sobre livros (imprensa portuguesa)

  •  
  • Sobre livros (internacional)

  •  
  •  

  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D