Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

«O escritor José Rentes de Carvalho (n. Vila Nova de Gaia, 1930) "sofreu", segundo o seu próprio termo, a primeira homenagem na noite de sábado, em Matosinhos, classificado pelo antigo secretário de Estado da Cultura Francisco José Viegas como um "dos últimos aventureiros" da literatura portuguesa.

 

Residente entre Amesterdão – onde se radicou há mais de cinco décadas –  e Trás-os-Montes, José Rentes de Carvalho tem vindo a ser redescoberto nos últimos anos, dizendo Francisco José Viegas, seu editor, que se está a "construir o lugar de um homem que durante anos foi ignorado em Portugal".

 

Assim, Viegas anunciou na homenagem que decorreu no âmbito do festival Literatura em Viagem (LeV), que este domingo termina em Matosinhos, que o primeiro romance de Rentes de Carvalho, lançado em 1968 pela Prelo com o título Montedor, vai ser reeditado em Portugal pela Quetzal em Outubro, esperando-se um romance inédito para 2015.»

 

Ler no Público.

 

  

Autoria e outros dados (tags, etc)

De 9 a 11 de maio, decorre o encontro Literatura em Viagem, em 8ª edição. Promovido pela Câmara Municipal de Matosinhos e organizado pela Booktailors, o LeV junta escritores em torno da ideia de mapa e conta com a presença de escritores publicados pela Quetzal: Álvaro Laborinho Lúcio e Bruno Vieira Amaral marcam presença nas mesas, Pedro Vieira estará na qualidade de moderador e Maria do Rosário Pedreira falará sobre poesia e música na sessão de encerramento.

 

José Rentes de Carvalho será homenageado numa sessão especial intitulada «Nasci Escritor», no dia 10 de maio, pelas 21h30, na Biblioteca Municipal Florbela Espanca, Francisco José Viegas, Carlos Nogueira e Bruno Vieira Amaral participam nesta sessão, onde serão anunciadas novidades literárias sobre o autor.

 

Os autores da Quetzal no programa do LeV:

 

Mesa 5. O MAPA DA LITERATURA

sábado, 10 de maio | 18h00

O lugar-comum da literatura enquanto espelho de uma cor local, de uma cultura indígena, deixou há muito de fazer sentido. Contudo, pode ou não o contexto influenciar a voz literária? Que relação tem a escrita com o espaço, seja ele o escritório, uma cidade ou um continente? É possível afirmar que um escritor está imune à força da terra? Há filiações geográficas na literatura, ou serão os escritores perfeitos átomos livres?

MODERAÇÃO: Carlos Nogueira

CONVIDADOS: Bruno Vieira Amaral, Pedro Mexia e Pilar del Río

 

Mesa 7. O MAPA DA LINGUAGEM

domingo, 11 de maio | 15h45

Será um povo pouco instruído mais facilmente dominado pelo discurso do poder? Estará a linguagem em processo de desertificação, sendo a literatura mero oásis? A política está a desenhar uma novilíngua? Que desafios se apresentam hoje a quem comunica e reflete sobre a linguagem?

MODERAÇÃO: Maria João Costa

CONVIDADO: Álvaro Laborinho Lúcio

 

Mesa 8. O MAPA DA VIAGEM

domingo, 11 de maio | 16.30

Como se prepara a viagem real e a imaginada? De que forma a reportagem de viagem se deixa contaminar pela ficção? Qual o papel da linguagem na construção da viagem descrita?

MODERAÇÃO: Pedro Vieira

CONVIDADOS: Francisco Camacho e Paulo Moura

 

SESSÃO DE ENCERRAMENTO: «DUAS ESCRITAS, A MESMA LÍNGUA»

domingo, 11 de maio | 17.15

Como se estabelece a cumplicidade entre autor e compositor? Será a música o último grande reduto da poesia?

MODERAÇÃO: Tito Couto

CONVIDADOS: Mafalda Veiga, Maria do Rosário Pedreira, Miguel Araújo Jorge e Verônica Ferriani

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


QUETZAL. Ave da América Central, que morre quando privada de liberdade; raiz da palavra Quetzalcoatl (serpente emplumada), divindade tolteca, cuja alma teria subido ao céu sob a forma de Estrela da Manhã.

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • Sites e blogues de autores

  •  
  • Sobre livros

  •  
  • Editoras do Grupo BertrandCírculo

  •  
  • Comprar livros online

  •  
  • Festivais Literários

  •  
  • Sobre livros (imprensa portuguesa)

  •  
  • Sobre livros (internacional)

  •  
  •  

  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D