Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quetzal

Na companhia dos livros. O blog da Quetzal Editores.

«Na novela de Peixoto, a transcendência é como que um resíduo do lirismo, que, na obra do autor, sempre ressumbra de personagens, paisagens e acontecimentos. A inesperada ousadia do escritor, ao pegar em tão intratável assunto, seria já merecedora de elogio. Ou de espanto. Porém, o que mais surpreende é que o resultado seja (quase) airosamente conseguido, fazendo de Em Teu Ventre um dos melhores livros de Peixoto (se não for mesmo o melhor).»

 

Mário Santos, Ípsilon

 

978989722257-3frentek_no_teu_Ventre2.jpg

 

 

«A transparência sempre foi uma das maiores qualidades da escrita de José Luís Peixoto. Nos seus livros, e este não é exceção, disseca-se a vida, em tons escuros, doridos, dilacerantes, seja o tema o desespero, a solidão, o amor, a religião ou uma mãe que atravessa «a vida e a morte como a verdade atravessa o tempo, como os nomes atravessam aquilo que nomeiam».

Livro que se lê num trago, num suspiro, “Em teu ventre” é um olhar sobre o que está além da própria racionalidade, da memória, da paixão, do aceitar de um papel, do destino de se entregar aos trabalhos de parto e dar a vida por quem vem de dentro, do ventre.»

 

978989722257-3frentek_no_teu_Ventre2.jpg

Carlos Eugénio Augusto no Rua de Baixo.

«Em Teu Ventre é o 15º livro de José Luís Peixoto, que se tem dividido entre o romance, a poesia, a crónica e o relato de viagens. Com este livro, quis abrir novas possibilidades de interpretação e romper com discursos simplificados. Entrar dentro do tabu.

JL: Um livro de fé ou curiosidade?
José Luís Peixoto: Das duas. Ambas desempenham um papel muito importante na escrita de um livro e, até, na vida. A haver uma posição neste livro é a de que devemos aceitar o transcendente como uma dimensão do real.

Acredita em milagres?
Não se trata de acreditar. O que digo é que devemos aceitar que há uma grande quantidade de coisas que são maiores do que nós e para as quais não conseguimos encontrar uma explicação. A vida é em si própria um mistério. Se olhássemos com olhos analíticos para pequenos acontecimentos do quotidiano chegaríamos à conclusão que são impressionantes, muitas vezes incríveis. Por facilidade poderíamos colocá-los na categoria de milagres. É um elemento que não devemos subtrair à vida, sob pena de estarmos a diminuí-la.»

 

Entrevista de José Luís Peixoto ao Jornal de Letras.

 

 

978989722257-3frentek_no_teu_Ventre2.jpg

 

 

logo-folio.jpg

 

Arranca amanhã, na vila de Óbidos, a primeira edição do Folio – Festival Literário Internacional de Óbidos. O escritor angolano José Eduardo Agualusa é o curador do Folio Autores e, na altura da apresentação do projeto, afirmou que esta será “uma grande festa da literatura, do livro e das ideias, muito focada na língua portuguesa e na lusofonia, em particular no Brasil, mas sem esquecer o resto do mundo.”

Durante os 11 dias de festival passarão por Óbidos cerca de 50 autores nacionais e estrangeiros, entre os quais José Luís Peixoto, que lança também neste mês o seu novo livro, Em Teu Ventre, o brasileiro Reinaldo Moraes, autor de Pornopopeia e de O Cheirinho do Amor, a escritora cubana Karla Suárez (Havana, Ano Zero) e Bruno Vieira Amaral (As Primeiras Coisas).

 

21 de outubro, 18h30 – 20h00, Rachel Kushner e Karla Suárez, moderação de José Mário Silva;

22 de outubro, 14h30 – 16h00, Patrícia Reis, Tatiana Salem-Levy e Reinaldo Moraes, moderação de Filipa Martins;

 

25 de outubro, 11h00 – 12h30, Valério Romão, Bruno Vieira Amaral e João Paulo Cuenca, moderação de Filipa Martins;

 

25 de outubro, 14h30 – José Luís Peixoto e Pedro Rosa Mendes, moderação de Luís Maio.

 

«O escritor José Luís Peixoto disse hoje que o seu próximo livro, "Em teu ventre", é uma novela que aborda as aparições em Fátima, em 1917, e é publicado com a chancela da Quetzal, no dia 23 de outubro.

"Abordo um tema que é novo para mim, mas que se relaciona com outros, que tenho aprofundado em diversos livros, que tem a ver com as aparições às três crianças em Fátima, em 1917", disse o escritor.

"Este tema, das aparições de 1917, toca algumas questões que já trabalhei noutros livros, mas que aqui me permitiram aprofundar, nomeadamente, a ruralidade, da qual ainda hoje encontramos resquícios, a religiosidade e a espiritualidade, sob o prisma do catolicismo, que está presente noutros livros meus, e ainda uma certa reflexão sobre Portugal, que se coloca muito a pretexto de um tema como este", acrescentou.»

 

978989722257-3frentek_no_teu_Ventre2.jpg

 

Ler notícia completa aqui.

4 dezembro, 21h - BAIXA DA BANHEIRA - Auditório José Manuel Figueiredo

5 dezembro, 21h - CASCAIS - Biblioteca Municipal de Cascais

6 dezembro, 21h - PAÇOS DE FERREIRA - Biblioteca Municipal de Paços de Ferreira

7 dezembro, 16h - GUIMARÃES - Fnac Guimarães

11 dezembro, 18h - PARIS - Fundação Calouste Gulbenkian

13 dezembro, 17h - PONTE DE SOR - Casa da Cultura

14 dezembro, 15h30 - SETÚBAL - Livraria Bertrand (Setúbal)

15 dezembro, 18h30 - LISBOA - Fnac Chiado

18 dezembro, 18h - GUIA - Fnac Guia

19 dezembro, 18h - SINES - Livraria A das Artes

21 dezembro, 16h - LISBOA - Livraria Bertrand (Colombo)

23 dezembro, 16h30 - OEIRAS - Livraria Bulhosa (Oeiras Parque)

I:\CAPAS - BERTRAND EDITORA\2014\Quetzal\10_outubr

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D