Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


MArgarida.jpg

 Eu devia este texto aos nossos leitores, aos nossos colaboradores – e, naturalmente, à Margarida Ferra, que trabalhou connosco, ininterruptamente, desde 2008. Na Quetzal assumiu desde o princípio a tarefa de divulgar os nossos livros – e mais tarde, quando era já a responsável pela comunicação global do Grupo BertrandCírculo (no qual se integra a Quetzal), nós sabíamos que a Quetzal estava no seu coração, tal como acredito que ainda esteja neste momento.

Porém, a Margarida Ferra não era apenas a responsável pela nossa imagem e pela divulgação dos nossos livros (só isso, uma tarefa de primeira): era uma magnífica leitora, uma companheira dedicada e amável, uma intuição perfeita e, além disso, uma poeta de excepção (deixem-me manter o p nesta exceção), autora de dois livros belíssimos, Curso Intensivo de Jardinagem e Sorte de Principiante, ambos publicados na editora & Etc pela mão de Vítor Silva Tavares (só isso já é uma distinção).

Todos nós, creio eu – falo em nome de autores, editores, livreiros, todos os que trabalhamos os livros da Quetzal –, tínhamos pela Margarida um enorme afecto e ela merecia-o: em todos os momentos, sabíamos que «o voo do Quetzal» estava em boas mãos. A sua dedicação foi permanente. Nunca o esqueceremos.

A Margarida foi trabalhar agora para a Casa Fernando Pessoa, onde será responsável pela área de comunicação & imprensa. Como conheço aquela Casa (vim de lá para a Quetzal em 2008, justamente), sei que a Margarida fará o seu melhor, como sempre, e que a Casa a receberá bem, como ela merece.

Em termos pessoais, a saída da Margarida foi uma perda. De uma amiga de quem deixei de estar próximo todos os dias; de uma pessoa que entendia o mapa de voo da Quetzal sem ser necessário «dizer tudo»; de uma leitora atenta; de um olhar especial sobre os nossos livros. E uma perda é uma perda é uma perda é uma perda, e não há nada a fazer. Obrigado, Margarida.

Francisco José Viegas

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Imagem de perfil

De Inês a 01.07.2016 às 15:41

Isto foi muito bonito :) Sobretudo em tempos em que o reconhecimento escasseia. Que os voos da Margarida e da Quetzal continuem altos.

Comentar post



QUETZAL. Ave da América Central, que morre quando privada de liberdade; raiz da palavra Quetzalcoatl (serpente emplumada), divindade tolteca, cuja alma teria subido ao céu sob a forma de Estrela da Manhã.

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • Sites e blogues de autores

  •  
  • Sobre livros

  •  
  • Editoras do Grupo BertrandCírculo

  •  
  • Comprar livros online

  •  
  • Festivais Literários

  •  
  • Sobre livros (imprensa portuguesa)

  •  
  • Sobre livros (internacional)

  •  
  •  

  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D