Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Quetzal

Na companhia dos livros. O blog da Quetzal Editores.

«Com este livro, e tendo em conta o título desse último texto, sente-se um pouco como um dinossauro face ao mundo actual?

 

Um pouco, sim. Sinto-me muito identificado com uma tradição – embora não creia que ler Shakespeare, Cervantes, Dostoiévski, Proust é opor-se à modernidade, pois nesses livros encontramos chaves para entender o mundo em que vivemos. Não se trata de negar a imagem – eu gosto muito de cinema, vejo muitos programas de televisão com muito prazer –, mas acho que se isso substituir a tradição do livro, haverá um empobrecimento da atitude crítica face ao mundo. A cultura do ecrã é muito mais conformista, mais letárgica, desmobilizando muito mais o espírito crítico, é quase como o sacrifício da racionalidade.»

 

Mario Vargas Llosa em entrevista ao Ípsilon.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D