Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


«A primeira coisa a dizer sobre “Stone Arabia” (Quetzal, 2015) é que é difícil escrever sobre o mesmo. Pelas melhores razões. Após a leitura da última página fica desde logo a vontade e a sensação de que será necessário relê-lo, reinterpretá-lo e descobrir algo que, nas entrelinhas, nos escapou.

Muito mais que a história ou as crónicas dos dois irmãos, Denise e Nik, existe uma reflexão sobre a meia-idade e a solidão, que nos acompanha durante percursos de vida em que vamos sofrendo perdas permanentes, mais ou menos expectáveis. A busca pela felicidade, cada vez mais marca do tempo presente, ou a aparência da mesma. O sucesso, a imagem de cada um e a associação desprendida que se faz das mesmas. A publicitação de tudo, como se cada um de nós se medisse pela aceitação de outrem e do momento partilhado publicamente. A felicidade não é possível sem o oposto. A criação, a genialidade, não vive abraçada à riqueza ou ao sucesso desmedido. Os exemplos são infinitos.»

 

9789897222221_Stone Arabia, As Crónicas Secretas

 

 

Recensão de Luís Bentes no Deus Me Livro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

«O livro O Puto, sobre a vida de Manuel Gaspar, ex-comando português, operacional da rede bombista e mercenário em Angola depois de 1975, vai ser adaptado para uma série de televisão, disse esta segunda-feira à Lusa o autor Ricardo Saavedra.

O Puto - Autópsia dos ventos da liberdade vai ter um argumento cinematográfico apoiado pelo Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA), que seleccionou o trabalho apresentado pela produtora Ukbar Filmes, de Pandora Cunha Telles e Pablo Iraola, no processo de candidaturas para Escrita e Desenvolvimento 2015. Os produtores propõem-se a produzir uma série audiovisual de ficção, de seis episódios, em formato HD.

“Fiquei satisfeito. É interessante, porque os produtores viram o livro, pensaram que daria um filme ou uma série. Ficaram muito entusiasmados e convidaram-me para coordenar os argumentistas”, disse à Lusa Ricardo Saavedra.»

 

Ler a notícia completa aqui.

 

frenteK_o_Puto.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

«A obra de Bruno Vieira Amaral singulariza-se pela estrutura romanesca, pela linguagem escorreita, pela efabulação e por um forte sentido real», assim consta do comunicado de divulgação do vencedor do Prémio Literário Fernando Namora. Anunciado em novembro de 2014, o prémio que distinguiu As Primeiras Coisas, o romance de estreia do escritor, será entregue amanhã, numa cerimónia que tem início às 18h00, no Casino Estoril. 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

«Em Teu Ventre é o 15º livro de José Luís Peixoto, que se tem dividido entre o romance, a poesia, a crónica e o relato de viagens. Com este livro, quis abrir novas possibilidades de interpretação e romper com discursos simplificados. Entrar dentro do tabu.

JL: Um livro de fé ou curiosidade?
José Luís Peixoto: Das duas. Ambas desempenham um papel muito importante na escrita de um livro e, até, na vida. A haver uma posição neste livro é a de que devemos aceitar o transcendente como uma dimensão do real.

Acredita em milagres?
Não se trata de acreditar. O que digo é que devemos aceitar que há uma grande quantidade de coisas que são maiores do que nós e para as quais não conseguimos encontrar uma explicação. A vida é em si própria um mistério. Se olhássemos com olhos analíticos para pequenos acontecimentos do quotidiano chegaríamos à conclusão que são impressionantes, muitas vezes incríveis. Por facilidade poderíamos colocá-los na categoria de milagres. É um elemento que não devemos subtrair à vida, sob pena de estarmos a diminuí-la.»

 

Entrevista de José Luís Peixoto ao Jornal de Letras.

 

 

978989722257-3frentek_no_teu_Ventre2.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

convite_FJV_Dieta_ideal_livraria_lello.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

«Deixou-se afogar numa frase.» 
Começa assim a crónica de Filipe Homem Fonseca, na revista Somos Livros deste natal. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Leituras do romance de Filipe Homem Fonseca, em Lisboa. 

sessoes_leitura_FHF2.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Este sábado.

17.11.15

sessoes_autografos_BVA_margem_sul (3).jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

«Porque há de o autor facilitar-nos a vida quando ela não é pêra doce?», Luísa Silvestre Ferreira escreve sobre 'Há Sempre Tempo Para Mais Nada', de Filipe Homem Fonseca no Deus Me Livro.

há sempre tempo.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Hoje, no Teatro Nacional D. Maria II, no Lisbon & Estoril Film Festival, Bernardo Carvalho, de que publicámos Reprodução, lerá em público excertos do seu novo livro, numa sessão que conta com a presença de Don Delillo e Juan Goytisolo. 

 

bernardo carvalho.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

postal1.jpg

O Segundo Sexo, de Simone de Beuavoir, entre os finalistas - pois claro.




Autoria e outros dados (tags, etc)

Estão todos convidados e convidadas para ouvir o que a chef Justa Nobre tem a dizer sobre as receitas de A Dieta Ideal, de Francisco José Viegas.

convite_FJV_Dieta_ideal_elcorte_ingles (1).jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

\\srv-files1.portoeditora.pt\usersGBC$\GBC\mferra\

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Meu caro Onésimo, começa J. Rentes de Carvalho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Receitas para quem quer manter o peso e ganhar algum, garantindo a felicidade - com gente da casa.

De Francisco José Viegas, fotografias de Rui Cartaxo Rodrigues.

\\srv-files1.portoeditora.pt\usersGBC$\GBC\mferra\

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

As minhas chouriças estão desde ontem cabisbaixas e tristonhas, os presuntos todos que hei-de comer puseram-se macambúzios e até me parece que agora manquejam um pouco por causa de uma dor que os apanha pelos quartos e que talvez seja uma espécie de ciática post mortem.

 

Manuel Jorge Marmelo, no seu Teatro Anatómico.

Este ano, Manuel Jorge Marmelo viu editado o seu Uma Mentira Mil Vezes Repetida na Alemanha.

\\srv-files1.portoeditora.pt\usersGBC$\GBC\mferra\

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


QUETZAL. Ave da América Central, que morre quando privada de liberdade; raiz da palavra Quetzalcoatl (serpente emplumada), divindade tolteca, cuja alma teria subido ao céu sob a forma de Estrela da Manhã.

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • Sites e blogues de autores

  •  
  • Sobre livros

  •  
  • Editoras do Grupo BertrandCírculo

  •  
  • Comprar livros online

  •  
  • Festivais Literários

  •  
  • Sobre livros (imprensa portuguesa)

  •  
  • Sobre livros (internacional)

  •  
  •  

  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D