Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


 

 

Esta é a história de uma mulher entre os trinta e os quarenta anos e com uma tendência natural para o abismo e para o pecado. Uma mulher como as outras, que cura um caso de desamor e se apaixona pela vida noutra cidade – o Rio de Janeiro, a cidade onde as árvores só deixam de florir quando se aproxima o Outono que nunca vem, e onde há garotos de bundas perfeitas, mulheres doces, aventuras permanentes, abismos escondidos.

Uma mulher portuguesa perde-se facilmente nesse mundo de tentações, orgias, cerveja e mães-de-santo; não só porque tudo fica muito longe de Portugal, da sua moral e da sua pequenez, mas porque é precisamente aí que ela descobre «o difícil amor de todos os dias». Transa Atlântica é um livro sobre o amor a uma cidade e uma ficção sobre mulheres de quarenta anos mais ou menos enlouquecidas.             

 

«Mónica Marques escreve como poucos. Primeiríssima água

Eduardo Pitta, Ípsilon


«Há muito tempo que não saía um romance tão cheio das ruas da cidade.»

O Globo, Rio de Janeiro

 

«Um ritmo de puro prazer. Só é pena acabar tão depressa.»

Mafalda Costa, Time Out

 

«Mónica Marques faz mais pela análise da relação entre Portugal e o Brasil do que anos e anos de teorias. [...] A escrita é descarada, transparente.»

Catarina Homem Marques, Sol


«Uma escrita muito íntima, visceral, com uma componente sexual forte.»

                                                   Rita Silva Freire, Jornal de Letras                                                                                                

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Joseci Jr a 11.09.2010 às 04:03

O comentário de Mafalda Coisa, do Time Out é pura verdade! Realmente é uma pena o livro acabar tão depressa, o livro deveria ter umas 400 páginas, e agente nem ia perceber que é tão longo! A história é muito envolvente, alias, tudo que se passa no Brasil é envolvente, é exagerado, é "Quente"! Adoro os livros Brasileiros! Principalmente livros como "o terceiro Travesseiro" de Nelson Luiz de Carvalho, "Eles continuam entre nós" de Zíbia Gasparetto, "1808" de Laurentino Gomes, "Crocodilo Sonhador" de Vanda Amorim, "Morangos Mofados" de Caio Fernando Abreu, "Mongólia" de Bernardo Carvalho, "Outra Vida" de Rodrigo Lacerda, "Leite Derramado" de Chico Buarque, "Os Espiões" de Luis Fernando Verissimo entre outros, a internet tem me possibilitado ler muita coisa brasileira. =)

Comentar post



QUETZAL. Ave da América Central, que morre quando privada de liberdade; raiz da palavra Quetzalcoatl (serpente emplumada), divindade tolteca, cuja alma teria subido ao céu sob a forma de Estrela da Manhã.

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • Sites e blogues de autores

  •  
  • Sobre livros

  •  
  • Editoras do Grupo BertrandCírculo

  •  
  • Comprar livros online

  •  
  • Festivais Literários

  •  
  • Sobre livros (imprensa portuguesa)

  •  
  • Sobre livros (internacional)

  •  
  •  

  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D