Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Quetzal

Na companhia dos livros.

“Fico muito alegre, muito feliz, como cidadão, como académico e como Presidente da República” [ Marcelo Rebelo de Sousa]

Marcelo Rebelo de Sousa disse estar “muito alegre, muito feliz, como cidadão, como académico e como Presidente da República” pela atribuição do Prémio Pessoa a uma “personalidade marcante na universidade portuguesa e na cultura portuguesa”.

O pesidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, demonstrou esta sexta-feira satisfação pela atribuição do Prémio Pessoa ao escritor e filólogo Frederico Lourenço, definindo a distinção como um prémio “justíssimo” a uma “personalidade ímpar”.

“Fico muito alegre, muito feliz, como cidadão, como académico e como Presidente da República”, disse Marcelo Rebelo de Sousa aos jornalistas em Lisboa, comentando a distinção à margem de uma visita ao grupo ETE, ligado à economia do mar.

E continuou, sempre num tom elogioso para com o laureado: “Trata-se de uma personalidade ímpar na nossa cultura, trata-se de uma obra também ímpar. As pessoas das mais diversas sensibilidades, religiões, culturas, consideram que é uma obra marcante, e Frederico Lourenço é de facto uma personalidade marcante na universidade portuguesa, na cultura portuguesa”.

Leia a notícia completa no site do semanário Expresso.